Menu

terça-feira, 20 de setembro de 2011

# Resenha 28: O Piloto de Hitler - A Vida e a Época de Hans Baur - Sweeting, C. G.

Páginas: 440
Editora: Geração Editorial, Selo Jardim dos Livros
História: 
Capa: 
Skoob

Primeiramente, obrigado a Editora Geração Editorial, pela oportunidade de ler e resenhar este livro, Obrigado!

Este livro é um relato dos acontecimentos e de personalidades importantes a partir das observações de Hans Baur ou provenientes de várias fontes, onde foi acrescentado um plano de fundo para com informações suficientes para tornar a narrativa coesa e compreensível. E fica a pergunta, Pode a experiência de Baur fornecer lições que ajudem na compreensão  dessa época terrível e orientar nossas ações no futuro?

Após concluir o secundário, Baur começou a trabalhar como vendedor, porém a 1ª Guerra Mundial mudou sua vida, com 17 anos alistou-se a infantaria, mas foi rejeitado pelo seu tamanho, ele queria torna-se piloto e 1 anos após apresentou-se como voluntário na Força Aérea da Bavária. Passou pela Guerra e depois foi trabalhar em uma empresa aérea. Adolf Hitler que logo se tornaria Chanceler do Reich e posterior ditador, nasceu na Áustria, tentou entrar na Academia de Belas Artes, mas não conseguiu (teria sido melhor se tivesse conseguido), logo se alistou na infantaria da 1ª Guerra e após esse período, concentrou-se na política. Hitler reconhecia a importância da aviação, ele foi o primeiro chefe de Estado a usar um avião para trasporte e propaganda política e após conhecer o trabalho como aviador de Hans Baur, o convidou para ser seu piloto.

Baur considerava Hitler um homem fascinante, educado, gentil com crianças (só se for as Alemãs) e generoso com poucas pessoas de seu círculo íntimo. Hitler era vegetariano e até fazia piadas com os carnívoros (mas para quem era vegetariano, causou muita carnificina). Baur foi nomeado Major e depois Coronel da polícia defensiva, assim poderia portar uma arma e dar voz de prisão, tudo para a proteção de Hitler. Em novembro de 1939, explodiram uma bomba no recinto onde Hitler havia discursado, mas que por condições climáticas, ele saiu mais cedo, isso poderia ter mudado os rumos da história. Tentaram assassinar o Füher ou o próprio havia armado isso para aumentar sua popularidade? A guerra da Alemanha com a União Soviética foi travada em grande escala: chocante e de uma brutalidade inacreditável. O Exército Vermelho havia ganhado, mas os soldados ainda avançam. Com isso, os anti-Hitler sabiam, que para qualquer esperança de paz, teriam que eliminar o Füher, então houve planos para a "Operação Valquíria", golpe contra Hitler e seu regime. Baur foi até sua casa, o que acontecia muito pouco, e antes de voltar, sentou-se com sua esposa e  despediram-se e mal sabia ele, que seria a última vez.

Embora os nazistas já tivessem matado Judeus e proibido casamentos entre Judeus e Alemães, houve um encontro secreto para selar o destino dos Judeus  e formalizar o genocídio, adotaram o plano "Solução Final". Apesar dos campos de concentração serem de conhecimento, os campos de morte não eram e qualquer publicidade era proibida. Quando Hitler falou em suicídio pela primeira vez, algumas pessoas, incluindo Baur, tentaram dissuadi-lo, mas ele afirmou que não seria capturado vivo. Baur tinha permissão de Hitler para deixar a cidade, mas preferiu ficar, depois de 13 anos, sentia forte lealdade. Hitler casou-se Eva Braun sua amante de tantos anos, ela quis ficar com ele até o fim. Hitler sabia que este fim estava próximo e planejou seu suicídio. Baur tentou convencê-lo a fugir, mas ele disse " Ficarei em pé ou cairei com Berlim. É preciso ter coragem para assumir seus próprios atos" ( como se o suicídio fosse assumir seus atos). E logo despediram-se, assim como de todos os outros. Eva e Hitler, ingeriram cianeto e ele, ainda atirou contra a têmpora, foram cremados e tiveram suas cinzas enterradas. Logo após, na tentativa de fuga Baur acabou ficando ferido e capturado, e após várias sessões de interrogatórios, começaram os espancamentos. Por causa das condições de atendimento, ele teve que amputar a perna. Após alguns anos sofrendo constantes, interrogatórios, espancamentos e sem a opção de suicídio, acabou sendo transferido e condenado a 25 anos, por cumplicidade durante a guerra. Após, seis anos nos campos de concentração, surgiu esperança para os prisioneiros, pois o Líder Soviético Stalin, havia morrido. Baur voltou para casa depois de 10 anos, casou-se novamente (3º vez) e morreu aos 95 anos, ativo e lúcido. Alguns anos depois, sua esposa declarou: Hitler foi egoísta, por permitir que Baur ficasse, quando ele já tinha decidido pelo suicídio, também disse que Baur afirmou que faria tudo novamente pelo Führer.

 Eu sempre tive curiosidade de saber um pouco mais, o que se passou na cabeça de Hitler. Gostei muito da capa e contra-capa do livro, ficou muito bonita, melhor que a original. O começo vem revelando curiosidades, o inicio da vida de ambos, uma coisa que achei um pouco cansativa, foi os detalhes técnicos sobre aviões, os capítulos finais, foram muito bons, pois tudo estava acontecendo. Gostei da ideia de todo capítulo iniciar com asas, também gostei bastante das fotografias e mapas. Folhas brancas, mas como a fonte não é pequena, então sem problemas.

Para quem gosta de história ou biografias, para quem sempre ficou intrigado com Hitler e de como foi tornando-se o que foi, com certeza essa biografia de Hans Baur, que esteve a todo tempo ao seu lado, com certeza eu indico.


Image and video hosting by TinyPic

Gente, tentei fazer uma resenha menor, enxuguei o máximo que pude..
Ficaria muito feliz, em saber o que acharam??
Beijos ^^

16 comentários:

  1. Não sou fã deste tipo de livro, mas com certeza gostaria de saber mais sobre o crápula do Hitler.

    Beijos
    Bia | Blog Livros e Atitudes

    ResponderExcluir
  2. Eu adoro esse tipo de livro.
    Acho q A menina que roubava livros me fez querer saber sempre mais sobre os nazistas, isso me intriga!

    Adorei sua resenha, não ficou muito grande não Kk

    Esse é um livro que quero ler!


    Beijos

    http://www.livrosetsurus.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Nossa florzinha O.o
    Eu já tava curioso pra ler esse livro, agora to louco por ele. Eu sou fascinado por esse tema de nazismo, segunda guerra. E sem contar que eu estou estudando isso de novo em historia :P
    Adorei.
    Bjos!!
    Pablo Arcary
    Corujão Books

    ResponderExcluir
  4. Eu fico muuiiiito intrigada quanto a história! :D
    Beijos,K.
    Girl Spoiled

    ResponderExcluir
  5. Gostei da resenha! Eu confesso que me interesso muito por esse livro, adoro ler livros que retratem a segunda guerra e tudo o mais, apesar de não ter lido nenhum desse tipo...

    Ele parece ser bem interessante, e poder saber mais sobre Hitler é algo que gostaria de fazer.

    Bjão e parabéns pela resenha!

    Naty - Just Books !

    ResponderExcluir
  6. Eu vi sobre esse livro em um outro blog e fiquei suuper interessada *-*
    E você só conseguiu aumentar minha vontade de ler ainda mais.
    Sou apaixonada pela Segunda Guerra e com certeza vou ler :D

    Beijoos
    Minha Bagunça.

    ResponderExcluir
  7. Giiil <3
    Olha a capa desse livro velho!
    você sabe o quanto eu o queria, o assunto abordado nele super me agrada.
    To chocado com cada coisa que você contou aqui, algumas eu sabia e a maioria não kkkkkkk
    Não liga pro tamanho da resenha, você conseguiu colocar todos os fatos importantes aí, isso é o que importa.
    Como vc deu 4 estrelas para a capa? *belém belém* KKKKKK
    bjs!

    ResponderExcluir
  8. oi amiga.
    eu estou bem graças a deus e você?
    Obrigado pelo carinho de sempre no meu blog.
    Te gosto muito.
    Esse livro parece ser mesmo bom.Adoei a resenha.
    beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá... Retribuindo a visita.
    Obrigada e já estou te seguindo XD
    Como uma apaixonada em historia que sou, de cara gostei do livro.
    Não sabia da existência dele, mas com certeza vou procurá-lo.
    Eu gosto muito de estudar a 2º GM, um período tão lastimável da humanidade.
    Parabéns pela resenha. Muito boa.
    BJ!

    http://amigasentrelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Oi Effy!
    Eu amei a resenha e acho que no final o que realmente importa é se a gente conseguiu passar tudo o que queria para quem está lendo (e você definitivamente conseguiu!).
    Confesso que se tivesse visto esse livro em uma loja não teria comprado pq esse tipo de assunto geralmente não me prende muito em uma leitura, mas depois de ler tudo o que você escreveu eu fiquei com bastante vontade de ler.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  11. Não tinha ouvido falar nesse livro, mas achei muito interessante!
    Bjss *-*
    http://territoriodascompradorasdelivro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Ah, eu ganhei esse livro esses dias! Ainda não recebi por causa da greve dos Correios, mas to super curiosa! Quero muito lê-lo e sua resenha está maravilhosa.
    Adoro a capa dele. :)
    Um beijo,
    @luuara

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem ? Não conhecia esse livro, mais gostaria de ler, pois estou estudando sobre Hitler no colégio, e gostaria de saber um pouco mais da história dele! Gostei da resenha, parabéns e sucesso para o blog!

    Abs, Estefânia - Hora da Leitura
    http://bloghoradaleitura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. Oi Effy!!
    Não é meu estilo de livro preferido, mas achei bem interessante... Não lembro muito das aulas de história de 2ª Guerra Mundial, acho que esse livro seria uma boa oportunidade de aprender.
    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  15. Adorei a resenha parabéns....beijos...

    Cássia drobev

    leituras apaixonantes

    (blog parceiro)

    ResponderExcluir
  16. Poxa vida, fiquei super afim de ler esse livro agora =/

    Vim lhe convidar a participar do Clube Imaginário. Serão 5 livros rodando entre 5 participantes... Para mais informações , acesse:
    www.Imaginayre.blogspot.com

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar no Ensaios de uma Leitura!
Volte Sempre!

Bjkas ^_^