Menu

quinta-feira, 1 de março de 2012

Pão-de-Mel - Livro 1 - Rachel Cohn (Resenha #60)

Páginas: 220
Editora: Galera Record
Capa:   ★★★
História:  
★★★

Sinopse: Depois de ser expulsa do colégio interno, a selvagem, obstinada e viciada em café Cyd Charisse volta a São Francisco para viver com a mãe e o padrasto. Mas para ela, não há como sobreviver neste lar imaculado: Cyd quer ser livre, e não se importa em quebrar as regras. Mas quando sua rebeldia sai do controle, seus pais a despacham para Nova York para passar o verão com seu pai biológico, Frank. O que ela não esperava era que o verão na cidade não corresse como ela planejara - e Cyd está longe de ser o que a nova família imaginava. 



Eu tinha muita vontade de ler esse livro, apesar de criar expectativas sobre ele, não sabia exatamente sobre o que se tratava. Temos a protagonista Cyd Charisse, pois é seu nome é o mesmo de uma artista que sua mãe gostava (será?), ela foi expulsa do colégio interno devido a suas ações, ela era muito levada, pois mesmo o livro dizendo que era rebelde não achei que fosse tanto assim. Ela e seu namorado Justin viviam aprontado, se agarrando e tudo mais (é tudo mais)! Depois de ter sido expulsa ela passa a estudar em uma escola "normal" e lá conhece Siri, seu novo amor, ele é surfista, cabelo loiro (essa descrição física em minha mente não me causa nada), ele mora com seu irmão que sempre deixa Cyd com tesão(ops), ela tem uma quedinha pelo irmão do seu namorado.

Cyd e sua mãe vivem as turras e depois de proibir Cyd de ver Siri, Cyd resolve conhecer melhor seu pai em Nova York. Lá ela conhece David seu meio irmão e sua irmã Rhonda ou LisBeth, que demoram a se dar bem. Apesar de ter 16 anos, ela tem Pão-de -Mel, uma boneca, porém está é mais que uma boneca é sua companheira. Pão-de-Mel na verdade é muito mais que uma boneca, já que este nome traz muitas lembranças do seu pai. O livro trouxe alguns temas legais, é uma leitura leve e engraçada, narrado em primeira pessoa e com personagens legais.

O livro é fino e a leitura fácil e rápida, a diagramação é ótima (boa numeração da fonte e não esquecendo as páginas amarelas). Não achei o casal fofo, mas por outro lado adorei os personagens secundários, Luis e o David (especialmente este), a Rhonda se tornou bem prestativa também. A Cyd é bem engraçada e doida e que sofreu algumas coisas também sem que ninguém soubesse. E apesar de viver brigando com a mãe, ela percebe que nada melhor que a sua boa e velha família. O fim foi bem legal e uma situação entre Cyd e Siri ficou pendente, que fica para o próximo livro que chama-se "Siri". E que eu já quero ler, claro.

Beijos e até mais!

5 comentários:

  1. Oi!
    MORRO de vontade de ler esse livro!
    A capa dele é linda e depois dessa resenha então, fiquei desesperada! haha
    Parabéns pela resenha, flor!
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  2. Adorei a resenha! Eu acho a capa desse livro bem fofa e é assim que enxergo o livro: fofo. rs' Mas acho que não simplesmente uma história fofa, há mais do que isso.

    Tenho vontade de ler!

    Bjão;*
    Naty.

    ResponderExcluir
  3. Que capa engraçada! Gostei da resenha. Abraços...

    ResponderExcluir
  4. Oi!

    Bom, desculpa estar mandando este comentário, mas é que com esta mudança do GFC, acabou sumindo meu gadget antigo e gostaria muito que você me seguisse novamente para não perdermos os contato, o que acha? (:

    Um beijão,
    Pronome Interrogativo.
    http://www.pronomeinterrogativo.com

    ResponderExcluir
  5. Eu adoro esse livro! De fato ele é levinho e engraçado, e eu adoro as loucuras da Cyd, embora ache ela um pouco imatura. Mas eu me apaixonei foi na continuação "Siri". É lindo e realmente muito bom! Entrou nos favoritos! Agora estou morrendo pelo terceiro livro, Cupcake.

    Beijitos
    http://www.bookpetit.com

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar no Ensaios de uma Leitura!
Volte Sempre!

Bjkas ^_^