Menu

segunda-feira, 11 de março de 2013

Uma Garrafa no Mar de Gaza - Valérie Zenatti (Resenha #103) - Livro Originou o Filme #13





Editora: Seguinte(Cia das Letras)

Páginas: 128
Capa: 
História: 

Sinopse: Um homem-bomba se explodiu dentro de um café em Jerusalém. Seis corpos foram encontrados. Uma garota, que se casaria naquele dia, morreu junto com o pai "algumas horas antes de vestir seu lindo vestido branco". E Tal não consegue parar de pensar em tudo isso. Tal é uma israelense que, como toda garota de dezessete anos, vive suas primeiras experiências - o primeiro grande amor, as primeiras escolhas profissionais e também o primeiro atentado. Depois de vivenciar esse momento trágico, ela escreve uma carta a um palestino imaginário, coloca em uma garrafa e pede ao irmão, que presta o serviço militar perto de Gaza, para lançá-la ao mar. Algumas semanas depois, recebe a resposta de um certo "Gazaman"...


Quando eu vi esse livro, confesso que não tava esperando muito, talvez um drama, mas a leitura foi muito agradável e até emocionante. A história é sobre Tal, uma garota cheia de sonhos, esperançosa e otimista, ela  mora em Israel. E sobre Naim, um garoto também assim como Tal, cheio de sonhos, ele mora na Palestina, mas precisamente na faixa de Gaza. O que mais ambos tem em comum, além de sonhos e esperança, esperança pela vida, pela paz, o medo, medo de sair nas ruas e não ter a certeza de voltar. Explosões, atentado ocorrem em Israel provocados pelos palestinos e vice versa. E foi após saber de um atentado desses em Israel que Tal, decide quebrar uma barreira, ela envia uma mensagem em uma garrafa e a pessoa que a encontra, quem? quem? Naim (adorei esse nome). Dai eles passam a se comunicar, não tão facilmente no início e algo vai se desenvolvendo.

A narrativa é muito bonita, são inseridos os sonhos desses jovens, suas aflições, questionamentos do porquê eles, Palestinos e Israelenses não podem viver em harmonia. Essa parte da rivalidade, atentados não é muito aprofundada historicamente, o que pode ser bom, pois não quebra a sintonia da amizade, mas também se houvesse seria algo mais rico, para o nosso conhecimento, mas ainda sim é algo legítimo. Da forma que foi, eu gostei. O enredo foca mais nas conversas deles, um conhecendo o outro. Os capítulos são narrados entre Naim e Tal. O livro é fino, e não me lembro de ter visto erros. Os personagens, são sensíveis, sofrem com tudo o que acontecem. Aparecem outros nomes, mas o destaque é para os principais. Naim, em especial, por morar na Palestina, tem consciência de sua vida ser limitada, já que tudo é mais precário e rígido. O fim, que me deixou meio, oi? me deu a sensação de continuação, mas é entendível o que levou o fim a ser como foi. Uma história bonita, de leitura rápida, que eu adorei.


Por acaso eu vi que tem um filme, mesmos atores da capa do livro, apesar de ter escrito a resenha semana passada, quis esperar pra ver o filme e postar a coluna Livro Originou Filme


O Filme

Sinopse: Tal tem 17 anos, é francesa, judia e vive em Jerusalém. Naim tem 20 anos, é palestino e vive em Gaza. Uma carta em uma garrafa jogada ao mar os aproxima do mundo distante um do outro.

  
Filmow  para quem quiser adicionar para ver depois.

Minha opinião: O Essencial é mantido, Tal e Naim, conversando e se conhecendo, o círculo que rodeia Tal, porém o ambiente de Naim achei bem diferente do livro, me refiro, as pessoas que ele conversa. Uma parte que me fez refletir é quando todos estavam refugiados na casa de Naim, pois estavam havendo bombardeios, é difícil e angustiante pensar que uma pessoa viva nessas condições de medo. Senti falta de mais sentimento, emoções, o livro me passou mais as emoções de Tal, ao falar sobre a esperança, a guerra. O Filme foi bom, mas pelo tamanho do livro (fino), acho que o filme poderia ter captado mais coisas. Não achei tão fiel ao livro, também não é extremamente diferente, mas foi uma boa adaptação.  Nota: 4/5



Até a próxima
Beijos :)


3 comentários:

  1. Quero conhecer as 2 obras, ;)
    Particularmente prefiro ler o livro primeiro.

    ResponderExcluir
  2. Oi flor,
    Não conheci nem livro nem filme mas achei interessante essa historia de mensagens pela garrafa vou anotar a dica.
    bjs
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi Gil.
    Eu não conhecia o livro, mas desconfio de ter assistido o filme, porém vou ver se realmente o vi rs, pois caso contrário irei vê-lo. E também me interessei pelo livro.
    Beijos.

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar no Ensaios de uma Leitura!
Volte Sempre!

Bjkas ^_^