Menu

domingo, 12 de outubro de 2014

Os Três - Sarah Lotz (Resenha #149)

Páginas: 400
Editora: Arqueiro
Capa: ★★
História:  

Quinta-Feira Negra. O dia que nunca será esquecido. O dia em que quatro aviões caem, quase no mesmo instante, em quatro pontos diferentes do mundo. Há apenas quatro sobreviventes. Três são crianças. Elas emergem dos destroços aparentemente ilesas, mas sofreram uma transformação. A quarta pessoa é Pamela May Donald, que só vive tempo suficiente para deixar um alerta em seu celular: Eles estão aqui. O menino. O menino, vigiem o menino, vigiem as pessoas mortas, ah, meu Deus, elas são tantas... Estão vindo me pegar agora. Vamos todos embora logo. Todos nós. Pastor Len, avise a eles que o menino, não é para ele... Essa mensagem irá mudar completamente o mundo. 

O livro  conta a história da quinta feira negra, o dia onde ocorreu acidentes lamentáveis. É baseado em fatos reais, e todo o enredo do livro são entrevistas, conversas, áudios transcritos. Em cada lugar caíram 3 aviões, havendo a possibilidade de um quarto, e nesse acidente catastrófico, de toda a tripulação, apenas 3 crianças sobreviveram ou seja, uma criança em cada avião, novamente podendo ser 4, essa quarta criança sempre é levantada em hipótese de dúvida. Daí conhecemos as histórias das crianças e das famílias envolvidas. A revolta das pessoas que perderam seus entes. Os capítulos são alternados e a história é dividida em partes. Passamos a conhecer o cuidado com as crianças, para que retornem a seus hábitos, a tentativa de entender o que aconteceu e alguns acontecimentos misteriosos. Daí, até pela falta de explicações iniciais, começam a surgir várias teorias. Há aqueles que idolatram as crianças e outros que abominam, a referências de serem  de outro mundo e até anticristo, surgindo também várias teorias de conspiração.Quando vi o livro, criei muitas expectativas, acho que me deixei levar pela sinopse, capa e título, bom, capa e título são condizentes com a história, porém está me decepcionou, com relação ao que eu esperava. Talvez a forma como foi narrada , ficou massante para mim e a leitura foi arrastada. Claro que  ai entra a questão do gosto de cada um. É uma leitura que pode confundir ao não prestar atenção aos detalhes. No fim surge alguns pingos nos Is, o que pode clarear o entendimento. Na minha(eu, meu gosto) opinião se a história fosse narrada de uma outra forma, talvez eu teria apreciado mais. Mais acho que só lendo para cada um ter a sua opinião.


Acompanhe a editora nas redes sociais: Face Twitter / Insta

Alguém já leu? tem interesse? 
Deixe sua opinião, ela é importante!
Beijos tuk tuk tuk :*

4 comentários:

  1. Oi Effy,
    Eu achei a capa bem legal, mas não faz meu estilo. Pensei em algo assustador, mas agora fiquei incerta.
    Uma pena que suas expectativas não foram satisfeitas. =(
    Melhores leituras daqui por diante.

    Minha Velha estante
    Leitura Nossa de Cada Dia

    ResponderExcluir
  2. Já ouvi comentários de que esse livro era uma distopia muito boa, mas não cheguei a ler ele.É ruim mesmo,quando acabamos nos decepcionando com a leitura de um livro :c
    Ainda bem que esse ano eu até que dei sorte.

    ResponderExcluir
  3. Não preciso falar que distopias são os livros que mais curto ler, mas quando você acaba achando massante e ela se arrasta, ninguém merece. Pena que aconteceu com você, porque muitos falam bem do livro! Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Li e adorei! O livro me prendeu de forma espetacular! 5 estrelas na minha opinião.

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar no Ensaios de uma Leitura!
Volte Sempre!

Bjkas ^_^