Menu

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Um Passeio no Jardim da Vingança - Daniel Nonohay (Resenha #179)

Páginas: 302
Editora: Talentos da Literatura Brasileira (Novo século)
Capa: 
História:  


SINOPSE: As grandes cidades convivem com a divisão entre as “zonas vigiadas” e suas periferias. O uso de drogas e medicamentos é disseminado, sendo controlado por laboratórios. Implantes cibernéticos são uma realidade, aumentando capacidades e aptidões, como a de memória, para aqueles que conseguem arcar com os custos. Religiões e grupos terroristas alimentam-se do descontentamento e das diferenças sociais. Venha acompanhar a história de Ramiro, um advogado que perdeu o prazer de viver. Depois de quase ser morto, tenta retomar a rotina profissional e dar sentido ao que restou da sua vida. Em litígio com os sócios do escritório, parte como caçador em busca de uma vingança que o acabará transformando em caça. Perseguido, doente e sem recursos, a sobrevivência de Ramiro dependerá da sua capacidade de improvisação, do seu conhecimento de sistemas de dados e das aptidões adquiridas com dois implantes cerebrais, que lhe permitem acesso à “rede” e aumentam a sua memória.


O livro nos conta a história de Ramiro um advogado, sócio de uma empresa importante, casado. Durante seu trabalho, ele sofre um acidente/atentado e é ai que tudo começa. Na busca pelo culpado, ele encontra importantes informações de sua empresa por meio de pesquisas através de um implante de memória, no qual ele retêm todas as informações(sonho de consumo!) pesquisadas. A narrativa é dividida em livro 1 e 2 com subdivisão de 3 partes em cada. Cada parte trás um momento da história e o foco em um ou mais personagens. Na segunda e terceira parte da história conhecemos mais afundo Amanda, a esposa de Ramiro e seus sócios. A narrativa tem suas nuances de Sci-fi, assim como de suspense. Como o autor trás na sinopse sobre divisões que ocorrem na cidade, drogas, implantes cibernéticos, acredito que ele poderia ter explorado mais essa questão, o que isso influenciava na vida das pessoas, enfim, é uma boa história.


O ponto positivo foi essa inovação que o autor trás dos implantes seu uso, bem interessante, particularmente gostei do desfecho da parte três do livro. Também gostei dos personagens, achei o Ramiro um personagem que foi bem trabalhado pelo autor e uma revelação foia a Amanda, pois no início não dei crédito a ela, mas depois ela me surpreendeu. O ponto negativo pra mim (isso opinião pessoal) é que a parte final ficou meio que aberto, a história sugere o fim, mas eu queria saber mais sobre o grupo religioso que aparece e também que em alguns momentos a história ficou arrastada, voltando a fluir bem do meio para o fim. Com relação às características físicas do livro, ele é agradável aos olhos (páginas amarelas, a fonte, o tamanho), gosto da capa, não que isso influencie a leitura, mas gosto quando a capa ou título condiz com a história. Fica a dica para quem assim como eu gosta de ler os livros de nossos autores nacionais.



Site do Autor (opção de compra lá também) / Comprar o livro / Twitter do Autor / Página do autor

Até a próxima resenha!
Ah: Quem não conhece o instagram do blog, passa lá depois @resenhasde1minuto resenhas em áudio :*

Um comentário:

Obrigado por comentar no Ensaios de uma Leitura!
Volte Sempre!

Bjkas ^_^